Estou no automático

15 de maio de 2017


Ninguém nunca sabe de tudo. Se nem eu mesma sei o que se passa dentro de mim, como vocês poderiam saber?! Está tudo um verdadeiro misto de balbúrdia. Na vida, na cabeça e no coração. As vezes sinto vontade de sair feito louca com meus dez centavos e roupas velhas num saco de mercado e nunca mais dar as caras. Talvez isso seja culpa da sobrecarga que a vida trás quando somos adolescentes prestes a fechar a porta da juventude e embarcar numa vida adulta. Porém, porque não me disseram quando eu tinha 10 anos que as coisas seriam assim? Poxa vida, talvez eu tivesse aproveitado mais. Talvez eu não tivesse desejado tão desesperadamente crescer. Eu só queria mesmo voltar no tempo. Brincar com minhas barbies de dois reais e brigar com minha irmã mais velha por motivos banais. Hoje em dia nem brigamos mais. Estamos tão cansadas. Ela cuida de sua filha, eu cuido da minha vida, raramente nos vemos. Que contratempo maléfico a vida se tornou. Tenho provas para estudar, um futuro para planejar e uma vida toda para viver. Me sinto num joguinho do Mário onde só nos dão quatro vidas e querem que consigamos sobreviver a elas. Só que no meu caso deram apenas uma. Sem manual de instruções, sem benefícios para os que não correm atrás e sem descanso para aqueles que não buscam por tal.

Faz frio e são quase três horas da manhã. Na verdade já passam das três. Estou indo dormir tarde porque estava estudando pra uma prova de física cujo objetivo é tirar nota boa, todavia, sei que vai ser difícil isso acontecer. E, dentre todas essas preocupações, problemas e obstáculos da vida, a única coisa que consigo pensar com clareza nesse momento é que vou dormir e esquecer de tudo.

Pelo menos por um tempo...

28 comentários:

  1. Oi Viviane!!!

    Estou num misto infinito de sentimentos, parecidos com os teus. Todo mundo diz que a adolescência é a preparação pra vida adulta, e a gente encara tanta coisa difícil que ficamos com medo da vida adulta e isso acaba atrapalhando muito a gente né?

    É tanta coisa, estudos, amor, amizade, tudo acaba cansando tanto e deixando a gente louco! Escrever faz bem né? E me sinto melhor ainda quando me identifico, como me identifiquei aqui.

    Beijos, até logo.
    escrito-noar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. ai, meu bem, eu gostaria de te dizer que as coisas ficam mais leves e melhores depois, mas não é isso que acontece :c eu queria voltar pro tempo em que minha única preocupação era prova de física.

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  3. Poxa :(
    Olha, a vida não vem com manual de instruções, mas também não tem um caminho só, não existe certo ou errado. Eu sei que as vezes parece que estamos errando em tudo, mas estamos só seguindo por um caminho pouco convencional. Conheço tantas pessoas que não foram bem na escola e tiveram um futuro brilhante. Conheço tanta gente que não alcançou seus objetivos tão rápido quanto os outros e que foi muito mais feliz e estruturado pra próxima fase da vida. É uma grande putaria (perdão pela palavra, mas é mesmo) eles venderem esse modelo de vida perfeita e esperar que a gente se encaixe.
    Respira fundo e vai. A gente raramente sabe o que tá fazendo. Mas, no fim das coisas, tudo passa, inclusive essa sensação (ok, as vezes ela volta, mas depois passa outra vez).
    Força pra você ♥
    Ah, e manda uma mensagem fofa pra sua irmã. Aposto que ela vai gostar :)

    ResponderExcluir
  4. Adorei a postagem, embora tenha trago uma reflexão um tanto quando pesada. uhaushuas. A foto de Hannah se encaixou muito bem. Eeeh, acho que todo mundo se arrepende de ter a vontade de crescer, quando se é criança. E não dá para voltar. Realidades. Impossibilidades. :/. Acho que teremos que lidar mesmo com tudo. Com as provas, procura de emprego, afazeres etc. :/

    ACESSO PERMITIDO. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir
  5. não sei o que dizer, apenas que melhore logo <3 a vida não é fácil pra ninguém e ninguém sabe o que tá fazendo
    (o layout tá um amô)

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o texto, parece difícil acreditar, devido aos obstáculos...mas tudo passa.

    Beijos
    http://orangelily.com.br

    ResponderExcluir
  7. COMPLICADO, gostaria de ter palavras pra te confortar, contudo, é assim a vida, nós nunca sabemos de tudo ao certo.

    clebereldridge.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. A vida adulta parece que chega de surpresa, né? É um saco isso! Também queria estar mais preparada, queria não ter desejado crescer tão depressa, mas é aquele ditado: vamos fazer o que? A verdade é que ninguém sabe ao certo o que tá fazendo e o que nos resta é batalhar pra que o nosso futuro seja tão bom quanto foi a nossa infância.
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  9. Quando fiz os 16 anos fui praticamente jogada na vida adulta, tudo porque queria namorar (estou com ele até hoje, tenho 25) e isso pra mim foi uma merda porque comecei um estágio onde era responsável pela folha de pagamentos de todos os estagiários o.o e se eu erasse? Tava f**** nem eu nem ninguém iria receber. E desde esse essa estágio sinto que nunca mais tive adolescia, não tinha animo para sair a noite era da escola para o estagio e depois casa e cama. Se eu soubesse que teria que ser adulta era tão puxado eu tinha namorado escondido uns dois anos.
    Bom a vida as vezes é uma merda, mas tenta olhar a coisa boa!

    beijos Josi
    http://singularidades.blog.br

    ResponderExcluir
  10. Olá Viviane, joia?
    Nossa sei bem de sentimentos assim! Como eu tbb queria estar no meu passado, vivendo a infância com mais e mais impulso, evitando a tamanha vontade que eu tinha de chegar nos 18 anos.
    Isso é algo que preenche todos em algum momento, é algo forte, e as únicas palavras que tenho pra você é dizer que logo vai passar e te desejar que fique bem.

    Mas, é a primeira vez que passo aqui pelo seu blog, acabei de estar com o meu aberto https://rabiscoscolorido.blogspot.com.br/ e gostaria de convida-la a visitar, estou no meu começo, mas contudo será sempre bem vinda.

    Um forte Abraço
    Everton Silva ♥

    ResponderExcluir
  11. Como me identifiquei com texto!! Tão me sinto assim. Sinto saudade da minha infância, de brincar com minhas roupas bonecas e de fazer roupinhas pra elas, já que não tinha dinheiro pra comprar. Sinto saudade de andar de bicicleta, hoje em dia mal sei me equilibrar em uma. A vida passa tão rápido, quando menos percebemos já estamos todos esgotados, sem tempo até pra se divertir com pouca coisa. Acho que também não estou preparada pra essa nova fase da vida.

    HTTP://WWW.BOAS-DEPAPO.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  12. Em momento assim procure relaxar e observar o todo de maneira menos afobada e mais seletiva tendo você ainda a alternativa de sintonizar, para suavizar os ânimos, a nossa www.hellowebradio.com ... você que pode inclusive deixar um recadinho por lá que nos encherá de contentamento. Fique bem.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  13. Uma crônica ótima, é ótimo ler vc, querida...

    bjs da Mila!

    ResponderExcluir
  14. Bem interessante o texto, e muito reflexivo também.. Creio eu que muitas pessoas já pensaram assim, de sair pelo mundo afora, e não voltar. Mas a realidade é diferente, a vida cobra muito da gente... e faz da nossa mente uma verdadeira confusão. Ah, eu já me encontrei nesse mundo automático.

    Daniele

    Dezesseis

    ResponderExcluir
  15. Oi, conheci seu blog hoje sz
    Acho que é normal se sentir assim né? Também me sinto, adolescência e o começo da vida adulta é uma fase muito estressante, cheia de adaptações e medos. Odeio isso mas aos poucos vamos indo. Belo texto <3

    ahamare.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Poxa te entendo perfeitamente :(
    Mesmo eu já sendo 'adulta' tem vezes, muitas aliás que sinto que estou vivendo no automático e essa sensação é péssima!
    A foto do início do post, 13 Reasons Why é um seriado do qual eu me identifico demais, o que não sei se é bom.
    Mas espero que possamos nos animar e viver, não apenas sobreviver.

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Para vence na vida tem que luta tenha uma semana abençoada, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  18. Também queria que tivessem me avisado antes pra eu poder ter aproveitado mais a 10 anos atrás. Também era louca pra crescer logo, estar na vida adulta. E olha que já vi aquele filme De Repente 30 umas 943294 vezes e não aprendi, haha! As vezes sinto que estou vivendo no automático também. Isso é horrível né? Sei bem como você se sente. As vezes fico acordada até tarde pra conseguir fazer as coisas que quero e sair um pouco desse modo automático.
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Esse texto me lembrou muito mim mesma. Eu penso assim de vez em quando. Não é um problema realmente, porque acontece só às vezes. E é normal, pra mim, porque eu entendo o quão opressora é essa sociedades das expectativas, da sobrevivência. Por causa disso, eu comecei a tentar entender a mim, entender os outros. Pra não me sentir sozinha, sabe como é.
    Beijos, fique bem.
    seessemundofossemeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Vi! Eu me identifiquei muito com o seu texto. Quando eu estudava eu também pensava assim. As provas e a escola não serviam pra muita coisa. Infelizmente em nosso país essa é a realidade. A gente não tem prazer nenhum em ir pra escola (pelo menos eu não tinha). Mas aguente firme. Lá na frente você vai agradecer por não ter abandonado tudo.

    ResponderExcluir
  21. Me vi no seu texto, seguindo uma linha para ter uma vida "boa" sem saber o quê é realmente uma vida boa. Só fazendo o que me mandaram. Quem dera pudessemos ver o futuro para saber que nossos esforços valerão a pena
    Beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Esse momento é realmente complexo. Não se é mais uma criança, mas também ainda não ultrapassamos a barreira da vida adulta. Mas sabe, essa sensação passa, apesar de tudo a vida adulta não é tão ruim. sinto falta dos meus tempos de criança e início da adolescência, mas como tudo na vida, a vida adulta também tem seu lado bom. Espero que as coisas melhorem.
    Forte abraço,
    Amanda Almeida
    http://blog.amanda-almeida.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Crescemos e percebemos que a vida dá imensas voltas! Que começamos a ser nós a ter que decidir e a tomar conta do nosso caminho. Às vezes, bem lá no fundo, gostávamos de voltar para o tempo em que a nossa única preocupação era acordar e decidir que brincadeira iríamos fazer primeiro. Mas temos que aproveitar o agora, porque coisas boas ainda vão chegar.

    r: Muito obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir
  24. oláá! tudo bem?
    ahh, mas a vida é assim mesmo com todo mundo.. crescemos e somos expostas a todo tipo de situação, às vezes nos sentimos felizes, às vezes perdidos, às vezes nesse automático. então, bate a saudade do passado e a sensação de por que estamos aqui? mas isso tudo vai caindo e voltando com o tempo, não tem jeito..mas temos que ter consciência e aproveitar a vida, que é feita desses ciclos. então transforme-os sempre em alegria! :)
    adorei o blog! seguindo aqui! ^^
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Acho que em boa parte do meu tempo estou assim, fazendo o que devo fazer, falando o que devo falar e estando imcompleta. É tão ruim ver a vida nós consumindo! Amei sua reflexão. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  26. No ápice dos meus 20 anos ainda sinto vontade de sair pelo mundo com meus 10 centavos no bolso, Vivi! Mas acredite, a vida é uma constante montanha russa: hora você tem vontade de desaparecer, hora você tem vontade de nunca sair de onde você está. Aproveita os bons momentos com sua família, amigos e com seus leitores também. Quanto as coisas ruins? isso só você pode descobrir como aliviar, mas eu tomo um café e escuto alguma música. Um abraço, flor. ♥
    Blog M E R A K I

    ResponderExcluir
  27. E ainda vai ter um dia que você vai sentir falta desses mesmos dias, pode acreditar... A gente está sempre projetando para frente e sentindo falta do que passou. É difícil mesmo estar satisfeita com o aqui e agora. Um beijo (e boa sorte na prova!).

    ResponderExcluir
  28. Me identifico tanto com você! Seus textos parecem com a Duane de quatro anos atrás, quando eu estava no ensino médio. O lance é que nem a Camila te disse... aposto que daqui a alguns anos você também vai sentir falta de certas coisas da sua realidade atual. Então vou te dar uma dica que eu daria pra mim mesma no passado: aproveita enquanto você pode ver seus amigos todo dia de manhã. Aproveita pra aprender o quanto as pequenas coisas são as que mais valem a pena, aproveita pra sonhar alto, mesmo que tentem te colocar barreiras, mesmo que amanhã ou daqui a 5 minutos você mude de ideia (sou libriana e sei bem como é isso HAHAH). Acima de tudo, APROVEITA! Porque a vida não volta. É que em você disse, é como se a gente estivesse num joguinho do Mario, só que no nosso caso temos apenas uma jogada. E a gente tem que fazer valer, sabe? Você ainda vai se sentir confusa por muito tempo. Talvez por toda a sua vida. O que muda é que você vai se conhecer cada vez mais e isso vai se tornar uma oportunidade pra reavaliar tudo e todos. Sério, me dá um abraço cara. *abraçando virtualmente * Vou te colocar no meu blogroll <3
    Beijos ♥

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir