Vulnerabilidade

27 setembro 2017

Faz tempo que não escrevo e talvez agora, nesse exato momento, as palavras estejam tão cansadas de ficar presa dentro de mim que resolveu ser expostas em um texto. Um texto do qual eu não comando a forma como vai ser escrito, lido e interpretado, pois, me sinto vulnerável como nunca me senti antes. Não tenho controle da minha vida, dos romances que encontro no meio do meu caminho e do ritmo que as coisas estão acontecendo. Parece que me transformei em um planeta que ainda não foi descoberto nem por mim mesma. A confusão, a tragédia de carregar o peso dos dias, a espera pelo próximo acontecimento ruim e o sol lá fora, talvez, só talvez, me deixe ainda mais vulnerável do que já sou. Porque ser vulnerável, talvez, seja algo que eu sou por natureza, talvez.

9 comentários :

  1. "Parece que me transformei em um planeta que ainda não foi descoberto nem por mim mesma. A confusão, a tragédia de carregar o peso dos dias." Moça, você está me descrevendo! Adorei o texto, ele é curtinho mas bem profundo!

    Peixinhos na bochecha!
    Talo de Maçã
    Canal Vezes2

    ResponderExcluir
  2. lindo texto voce arrasa na escrita flor
    bjsa

    https://caprichadissimas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adoro textos que mesmo curtos passam tanto sentimento,os dias as vezes são muito pesados mesmo, e a confusão impera neles,mas espero que essa sua confusão se esclareça.

    https://euhumanaefinita.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que texto lindo! Pequeno e ao mesmo tempo grandioso. Me identifiquei bastante com essa parte: "Porque ser vulnerável, talvez, seja algo que eu sou por natureza, talvez".

    sefosseprimavera.com

    ResponderExcluir
  5. Ameeei esse texto :D

    submersa-em-palavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. ei vivi! adorei o texto e principalmente seu estilo de escrita. muito inspirador <3

    ResponderExcluir
  7. Esse texto me descreveu durante todo esse ano.

    letologia.blogspot.com

    ResponderExcluir